AUTOR

Daniel Duque

CATEGORIA
Lançamento, Notícias

Colectivo Casa Amarela assinala 5º aniversário com Island Fever

19 Junho, 2019 - 12:05

O Colectivo Casa Amarela celebra o seu quinto aniversário com o lançamento de Island Fever e com apresentação no Desterro esta sexta-feira.

Rui P. Andrade & Aires, que assinam Fuchsia Timelines nesta compilação, juntam-se a Sã Bernardo, Wim Dehaen, FARWARMTH, Sal Grosso, Síria e João Valinho em Island Fever, lançamento que estreia esta sexta-feira 21. As faixas que compõem o trabalho, e que foram “alvo de uma composição visual por parte de Mafalda Melim”, “configuram uma coleção de reinterpretações de material antigo da editora/promotora e duas faixas novas”, segundo o CCA em comunicado.

No dia de lançamento, o disco é apresentado no Desterro, em Lisboa, com atuações de Rui P. Andrade & Aires, Maria, e ainda de um “quarteto formado especialmente para esta festa”, como se lê no evento oficial, composto por Bernardo Álvares, João Valinho, Mestre André e Sal Grosso.

O Colectivo Casa Amarela é um projeto de “um grupo de amigos madeirenses que, em 2014, por uma razão ou outra, se encontraram a viver em Lisboa ao mesmo tempo” – note-se que Island Fever é um “termo usado na língua inglesa para descrever o sentimento de clausura que habitantes de ilhas experienciam depois de passarem muito tempo rodeados pelo oceano”, explica a editora.


Com sete lançamentos sob a sua alçada, que podes encontrar no Bandcamp oficial, o CCA afirma-se “como um dos grupos artísticos mais vanguardistas de Portugal” e que tem como premissa “experimentar paisagens sonoras de rebentar os ouvidos”, explorando, regral geral, música ambient e experimental. “Para o futuro”, acrescenta o coletivo em comunicado, “o plano é continuar a explorar e descobrir novos territórios da experiência sónica, de modo a evitar sempre a clausura e conforto das fórmulas”.

relacionados

Deixa um comentário






t

o

p