AUTOR

A Cabine

CATEGORIA
Notícias

Back to DJs: projeto visa apoiar DJs e produtores nacionais emergentes através de compilação e bolsas de apoio

21 Janeiro, 2022 - 10:33

De Diana Oliveira a Xinobi, a passar por DJ Marfox, Nídia ou Temudo, 10 artistas estiveram responsáveis pela compilação que abre caminho para um programa de apoio a nomes emergentes do circuito nacional.

Com a pandemia de covid-19, bares e discotecas foram os primeiros a fechar e os últimos a abrir. DJs e produtores de música eletrónica viram-se afetados pelo encerramento deste espaço, e foi isso que motivou a associação Lado Frenético a candidatar-se ao Programa de Apoio a Projetos da Direção-Geral das Artes com a iniciativa “Back to DJs”.

Em poucas palavras, a iniciativa é marcada por dois grandes momentos: primeiro, o lançamento de uma compilação de música eletrónica assinada por 10 convidados; depois, um programa que atribuirá bolsas de apoio a DJs e produtores nacionais.

Os nomes convidados para a referida compilação foram Diana Oliveira, DJ Firmeza, DJ Marfox, DJ Nigga Fox, Moullinex, Nídia, Switchdance, Temudo, Violet e Xinobi, que, segundo comunicado, “foram escolhidos por terem contribuído para a exportação da cena eletrónica portuguesa, bem como por terem trabalho reconhecido em Portugal nos últimos anos.”

Depois, na segunda fase, serão estes nomes que atuarão como júri na atribuição de bolsas de apoio a DJs e produtores nacionais emergentes. Para isso, será criada uma candidatura em formato Open Call, a ser revelada no dia 28 de fevereiro.

5000€ do orçamento estão já alocados para as bolsas de apoio, mas é esperado que esse número aumente. Afinal, “todas as receitas da mencionada compilação servirão também o propósito de valorizar a produção eletrónica nacional através deste programa de apoio.”

No fundo, os objetivos da iniciativa “Back to DJs” passam por “potenciar uma união entre DJs e produtores nacionais”, “apoiar os mesmos com a encomenda e criação de um tema para a compilação” e por criar uma “campanha nacional de sensibilização e de descoberta de novos talentos no contexto da música eletrónica portuguesa”.

Já no dia 29 deste mês, no Passos Manuel, no Porto, vai haver uma “listening party” dedicada ao lançamento da referida compilação. Por lá, o trabalho poderá ser escutado em primeira mão, numa noite que servirá de mote para o lançamento deste projeto.

Para mais informações ou para estar atento à open call, por exemplo, podes seguir as páginas de Facebook e Instagram da iniciativa ou manter o site oficial debaixo de olho.

Abaixo, podes recordar as datas que marcam este projeto:

30 de janeiro: Lançamento do álbum
28 de fevereiro: Lançamento da Open Call
28 de março: Atribuição de bolsas

Direitos de imagem reservados

relacionados

Deixa um comentário






t

o

p