AUTOR

A Cabine

CATEGORIA
Notícias

Primeira edição de INDEX, nova bienal de arte e tecnologia, arranca esta quinta-feira em Braga

9 Maio, 2022 - 19:27

Ryoichi Kurokawa, Florian Hecker ou a ODE: Orquestra de Dispositivos Eletrónicos são algumas das confirmações para o INDEX.

É de 12 a 22 de maio que decorre o INDEX, bienal de arte e tecnologia que integra os planos de Braga enquanto Cidade Criativa da UNESCO para as Media Arts. Esta será a estreia neste novo formato, que se realiza de dois em dois anos, mas a primeira edição do evento aconteceu em 2019.

“Explorar práticas artísticas e pensamento crítico nas quais a tecnologia assuma um papel central é o objetivo maior deste novo projeto que, em 2022, propõe explorar a noção de Superfície”, pode ler-se em comunicado. Para isso, os presentes poderão encontrar música, conferências e performances, entre outras atividades, espalhadas por 11 dias e mais de 60 eventos em várias localizações.

Nas palavras do diretor artístico da Braga Media Arts, Luís Fernandes, citado em comunicado, a proposta passa por “uma abordagem crítica à tecnologia enquanto elemento central de um conjunto cada vez maior de práticas artísticas, bem como uma reflexão sobre as implicações sociais e ecológicas que à sua volta gravitam.”

Há muitos artistas para apanhar neste INDEX. Ryoichi Kurokawa, por exemplo, está confirmado para o Theatro Circo; Miguel Carvalhais vai estar ao lado de Mário Figueiredo e Luísa Ribas no Museu D. Diogo de Sousa; e Florian Hecker atua no gnration. Dust Devices a musicar o coletivo berru, Jonathan Uliel Saldanha, Pierce Warnecke com o coletivo nacional Supernova Ensemble ou a ODE: Orquestra de Dispositivos Eletrónicos são outras quatro das muitas propostas alinhadas para esta bienal.

O passe-geral e bilhetes diários para determinados eventos podem ser adquiridos na Bol.pt. Já a programação completa pode ser encontrada no site oficial, bem como outras informações úteis.

Direitos de imagem reservados

relacionados

Deixa um comentário






t

o

p