AUTOR

A Cabine

CATEGORIA
Artigo

Melhores lançamentos de maio

10 Junho, 2019 - 18:30

Depois de um mês repleto de música nova, escolhemos os 15 lançamentos que mais nos marcaram em maio.

Puto Tito – Carregando A Vida Atrás Das Costas [Príncipe, 3 de maio]
A Príncipe mantém-se na busca por mostrar ao mundo aquilo que de melhor se faz em Portugal – e as sonoridades africanas não são excepção, como o seu catálogo comprova. Depois de lançar Bagdad Style dos RS Produções, a editora lisboeta recuperou material perdido de Puto Tito para este Carregando A Vida Atrás Das Costas. Do tarraxo ao kuduro, a passar por sonoridades de batida ou afro house, este EP duplo é simplesmente imperdível – à imagem de todos os lançamentos da Príncipe.



Vários Artistas – Feeding The Chaos [KAOS, 3 de maio]
A tropa de techno dinamarquesa entra neste VA com toda a força. O trabalho, editado na KAOS de Héctor Oaks, arranca com Fast Forward de Sugar, segue para Believe In Credit de Repro, e termina com, no lado B, Trained To The Floor e How You Want It de Schacke e Rune Bagge, respetivamente. Elementos trance, viciantes vocais na faixa de Schacke ou poderosos kicks transversais a todo o trabalho, entre outros pormenores, fazem deste lançamento um autêntico arsenal para djs.



Mall Grab & Nite Fleit – Moogie [Looking For Trouble, 3 de maio]
O mais recente lançamento da editora Looking For Trouble, de Mall Grab, intitula-se Moogie EP, e é uma introdução ao trabalho desenvolvido por Jordon Alexander (Mall Grab) e Alysha Fleiter (Nite Fleit) ao longo dos últimos dois anos. É composto por quatro faixas – dois temas individuais e dois colaborativos -, “destruidoras de pistas”, bem representativas das sonoridades típicas dos dois artistas. Já estamos à espera do próximo lançamento em conjunto.



Ray Kandinski – Multiverse Connection [Let’s Play House Records, 10 de maio]
“A banda sonora para uma cena de transporte aéreo num cyberpunk épico e fictício”. É assim que a editora nova-iorquina Let’s Play House define este lançamento. O sempre irreverente berlinense assume-se como um artista que faz música de dança inspirada nos anos 80 e 90, explorando sobretudo as vertentes do deep house, acid e electro, mas com uma inclusão notória do lo-fi contemporâneo. Embora o EP esteja recheado de preciosidades, o inevitável destaque vai para a faixa que dá nome ao trabalho – Multiverse Connection. É quando a introdução, de ambientes espaciais e sonhadores, aclara, que o snare à la synth pop dos 80’s e a bassline ultra groovy sobressaem, e o poderio da faixa emerge, transformando-a num clássico instantâneo. É por esta, e por outras, que não se pode deixar escapar os lançamentos de Ray Kandinski.



Digital & Response – Broken Dub [Function Records, 10 de maio]
É certo que este EP foi lançado há cerca de um mês, mas se nos dissessem que já tem mais de 20 anos, acreditaríamos facilmente. Broken Dub é uma colaboração entre o veteraníssimo Digital, que não para de produzir gourmet musical desde 1995 e de lançar outro tanto através das suas editoras, a Phantom Audio e esta Function Records, com Response, produtor de Manchester cuja ligação ao drum’n’bass remonta aos primórdios da Metalheadz e do surgimento da cena. Assim, ao contrário de muitos produtores atuais, estes regressaram ao seu próprio passado para resgatar aquela vibe clássica dos 90, com a incorporação de elementos como o liquid jungle, breakbeat, amen breaks, vocais etéreos, ambient atmosférico e ainda o padrão rítmico atípico e quebrado da Broken Dub.



Vários Artistas – Komenco [Nifo Records, 14 de maio]
A Nifo Records é uma nova editora parisiense acerca da qual ainda pouco se conhece – sabemos apenas que foi criada por membros do coletivo francês Haribo House, que se posiciona no segmento do minimal, e cujos lançamentos são exclusivamente em vinil. O EP de estreia, Komenko, entrou no nosso radar e surpreendeu-nos pela positiva. Composto por quatro faixas de diferentes artistas, todos franceses, é um EP coeso e completo, de onde destacamos o tema Beautiful Morning de Lowrack.


Nørbak & Temudo – I Will Guide Thy Hand [Modularz, 17 de maio]
Uma colaboração que seria inevitável. E porquê, perguntam? A resposta é este I Will Guide Thy Hand, editado na Modularz de Developer. Os dois talentosos produtores e djs portugueses partilham sonoridades comuns que são postas em pé de igualdade neste EP com três faixas, onde são privilegiadas as ressonâncias e dissonâncias de diferentes sintetizadores por ritmos acelerados e batidas distópicas. Techno moderno no seu exponencial máximo.



DJ Seinfeld – Galazy EP [17 de maio, Young Ethics]
O sucessor do EP Sakura marca a estreia da Young Ethics, editora fundada por DJ Seinfeld este ano. Esse é também um pormenor que faz deste Galazy um trabalho a ter em conta, mas, na realidade, é a postura e visão que o dj e produtor sueco transporta para o EP que o torna em algo tão especial. A faixa de abertura, Electrian, eleva o ouvinte para um sonho graças à atmosfera e vocais que apresenta, sendo sucedida pela mesma influência de breakbeats ou lo-fi house que é tão viciante quanto deslumbrante.



Private Press – This Is Not Happening [Rekids, 17 de maio]
Com o bom tempo que advém do verão, This is Not Happening EP da dupla Private Press assume-se como um dos bons grooves que irão aquecer as pistas de dança por aí fora. O duo polaco volta a editar quatro faixas na editora britânica Rekids onde a fusão entre house e techno entrelaça-se agradavelmente com dubby chords e elementos de ambient. Há uma consonância clara entre as músicas onde brilham as harmonias energéticas e alegres. Ótimo lançamento que merece toda a atenção.



Flying Lotus – Flamagra [Warp Records, 24 de maio]
Este Flamagra não consta desta lista por causa das colaborações, mas é certo que ter nomes como Anderson .Paak, George Clinton, Little Dragon, Dezel Curry, David Lynch, Thundercat, Toro y Moi e Solange ajuda a tornar este álbum em algo tão especial. Editado na mítica Warp Records, Flamagra é composto por 27 faixas (!) e corre ao longo de 66 minutos, duração que, dada a qualidade deste longa-duração, parece muito menor, provando a fluidez e profundeza que marca o sexto álbum de Steven Ellison, um trabalho que vai muito além do hip-hop.



Posthuman – Airwave Uranium [X-Kalay, 24 de maio]
Se acid é a tua cena, muito provavelmente já ouviste falar de Posthuman, o veterano duo londrino que desde o final dos anos 90 explora este género, e que tanto tem contribuído para a manutenção e ressurgimento do uk acid house, seja através das suas produções ou através das suas editoras I Love Acid – que é também uma festa de clube – e Balkan Vinyl. Neste lançamento, Posthuman mantêm-se fiéis à fórmula e consistentes no seu espectro de sonoridades. Embora o trabalho criativo original de Airwave Uranium seja do duo, a nossa escolha recai sobre a versão mais dinâmica e inquietante que Lou Karsh fez da faixa. Ainda assim, quem fica a ganhar somos nós, ouvintes e/ou djs, que ficamos com duas opções com as mesmas bases, mas trabalhadas de forma a terem personalidades distintas, que podem ser usadas em qualquer horário na pista, mediante o mood da mesma.



Kasper Marott – Forever Mix EP [Kulør, 24 de maio]
É o segundo lançamento da editora da dinamarquesa Courtesy. Kasper Marott é um dj e produtor, também dinamarquês, do qual Courtesy é fã “desde a adolescência”. Através deste EP de duas faixas, Marrott partilha a sua perspectiva da cena de Copenhaga, onde o techno é rápido e, muitas vezes, se confunde com trance – uma cena que foi, aliás, sublimemente representada no lançamento precedente, o VA intitulado Kulør 001.



Truncate – Wave 2 [Truncate, 24 de maio]
Wave 2 é um cintilante vinil em 12’’ de Truncate cuja mestria do produtor e dj é projetada para Detroit, relembrando as sonoridades que definem a música eletrónica, especialmente na vertente techno, da cidade americana. Utiliza como output a sua editora, onde já editou cerca de 20 discos. Neste seu lançamento original, edita quatro faixas (contando com as duas versões semelhantes de Good Morning) fantasticamente bem trabalhados, cheias de groove e emoção.



Vários Artistas – INNSIGNN 1 Year VA [INNSIGNN, 29 de maio]
A editora INNSIGNN, fundada pelos Moddullar, assinala o seu primeiro aniversário desafiando Alex Randal, Joton, Kastil, Keikari, Temudo e Vertical Spectrum a criar música que remonta para ambientes pesados e claustrofóbicos. Este lançamento é idealizado pelo duo barcelense composto por Bruno e Tiago, no qual mostram toda uma potência sónica que os define e que partilham com os pares neste trabalho. Para ouvir e repetir várias vezes.



Special Request – Vortex [Houndstooth, 31 de maio]
Poderíamos escrever 1001 palavras sobre Vortex de Special Request, um dos alter-egos do veterano Paul Woolford, mas é mais fácil dizer que este é, inevitavelmente, um dos destaques absolutos do mês de maio. Vortex é acid, jungle, gabber, garage, rave, techno. É Special Request na sua melhor forma.

relacionados

Deixa um comentário

t

o

p