AUTOR

Daniel Duque

CATEGORIA
Crónica

Entra na cultura eletrónica

27 Junho, 2018 - 18:18

Este dia 27 de junho marca o lançamento oficial d’A Cabine, a tua nova publicação online dedicada à música eletrónica em Portugal. Estamos prontos para dançar ao teu lado – sem moderação.

São tantas as possibilidades de contextualizar a nossa cultura eletrónica que vamos deixar isso de lado. Há quanto tempo não leem uma notícia – em português – sobre o trabalho dos nossos artistas? Qual foi a última vez que conheceram uma realidade outrora desconhecida? Vivem-se dias de escassez, mas não no que toca à música.

Queremos acabar com a lacuna. Comprometemos-nos a ser o meio de informação que está em falta no nosso país. Existem esforços, sim – louvada seja a primeira edição da revista PISTA! – mas, há cerca de um ano, sentimos a necessidade de ajudar no fortalecimento da informação a que temos acesso enquanto portugueses.

Diariamente, A Cabine vai procurar contar todas as novidades da cena portuguesa – e algumas da internacional, claro. Seja através de, entre outros, notícias, reportagens, entrevistas ou críticas, queremos ser um instrumento da democracia: vocês têm o direito à informação, inclusivamente aquela relacionada com aquilo que gostam.

Nesta era digital, aspiramos a utilizar as várias ferramentas que estão ao nosso alcance. Para já, no entanto, vamos focar a atenção naquilo que conseguimos oferecer. Além do podcast mensal N’A Cabine, que difunde música e histórias de djs portugueses, podem contar com uma periodicidade diária nas notícias, esforços para oferecer matéria rigorosa, e vontade de fortalecer a nossa cultura eletrónica.

Também podem contar com uma agenda – que, neste momento, conta apenas com alguns pormenores dos nossos festivais – para estar a par de todos os eventos do país. Por falar nisso, Portugal não é só Lisboa e Porto. Do Minho ao Algarve, a passar por Trás-os-Montes e Beira Interior, o movimento está vivo e recomenda-se. Falta apenas dar-lhe cobertura.

Além da agenda, há outros pormenores que precisam de ser aprimorados: já podem comentar as publicações, mas ainda não está disponível o registo de utilizadores; e certas categorias, como críticas ou entrevistas, vão surgir à medida que os conteúdos respetivos forem publicados. Mas independentemente disso, estamos preparados para lutar pela qualidade da vossa informação.


A partir de hoje, entremos, e dancemos, juntos na cultura eletrónica portuguesa.

relacionados

1

  • suki susana

    Reply
    30 Junho, 2018 - 14:24

    Boa iniciativa,Portugal precisa de conhecer Portugal, somos tantos e muito bons .
    We need more open minder’s

Deixa um comentário

t

o

p