AUTOR

Daniel Duque

CATEGORIA
Notícias

Colexpla começa esta quarta-feira no Porto

12 Setembro, 2018

Entre 12 e 15 de setembro, o Teatro Carlos Alberto, no Porto, recebe o Colexpla – Festival Internacional de Exploração Sonora.

Concertos, uma exposição, uma instalação sonora, um workshop e uma conversa são as atividades a que a primeira edição de Colexpla se propõe. No Teatro Carlos Alberto, o evento começa esta quarta-feira, às 21h, com a inauguração da exposição Hybrid Instruments, de Ken Butler, e a instalação sonora de ::vtol::, Driver. Nos dias seguintes, ambos os trabalhos podem ser visitados entre as 14h e as 19h.

Às 21h30 desta quarta-feira, meia hora depois da inauguração dos trabalhos de Ken Butler e ::vtol::, acontece também o primeiro concerto, Voices of Anxious Objects de Butler. Depois, ao lado de Diana Combo, Inês Castanheira e Marta Ângela, Kaffe Matthews apresenta mink, um concerto que, segundo a própria, une aparelhos eletrónicos feitos em casa a experimentos digitais e de voz.

Na quinta-feira, dia 13, também a partir das 21h, os concertos passam por Tomoko Sauvage e o Trio Sowari de Phil Durrant, Burkhard Beins e Bertrand Denzler. No dia seguinte, no mesmo horário, o francês Toma Gouband é o primeiro a atuar, e é seguido pela dupla ibérica formada por Alfredo Costa Monteiro e Miguel A. Garcia.

Já no sábado, o último dia do Festival Internacional de Exploração Sonora, o Porto recebe Wade Matthews & Abdul Moimême às 18h, e, a partir das 21h, por esta ordem, Lionel Marchetti & Xavier Garcia, Meira Asher & Eran Sachs e MSHR.

O workshop, Sound Scanner de ::vtol::, acontece nos dias 13 (10-13h) e 14 (14-17h) e tem um custo de 25€ (devem inscrever-se em sonoscopia@gmail.com ou através do número de telefone disponível aqui). A conversa do festival está programada para dia 15, e conta com a Sonoscopia, associação que produz o Colexpla, ::vtol:: e Kaffe Matthews.

O Colexpla “surge da herança do Co-Lab – Festival Internacional de Música Experimental, realizado no Porto entre 1998 e 2003”. “Quinze anos depois”, como se pode ler no site da Sonoscopia, o festival “visa continuar e renovar esse legado, tomando o pulso ao estado atual da música exploratória, refletindo e interferindo sobre ele, potenciando possíveis repercussões na criação artística portuguesa.”

Gustavo Costa atua como diretor artístico do Festival Internacional de Exploração Sonora, evento que “privilegiará áreas tão diversas como a expressividade musical através de novos instrumentos, as novas formas de interatividade na improvisação, as contaminações entre composição e improvisação ou a instalação sonora como forma musical”. Costa conta com a ajuda de Patrícia Caveiro na direção, a de Sara Gomes na programação ou até, além dos restantes intervenientes, de Alberto Lopes na direção técnica.

Os bilhetes diários têm um custo de 10€. Para os quatro dias, a entrada fica por 30€.


Colexpla – Festival Internacional de Exploração Sonora
Onde? Teatro Carlos Alberto, na Rua das Oliveiras 43, 4050-449, Porto.
Quando? De 12 a 15 de setembro
Quanto? 10€ (bilhete diário) e 30€ (bilhete de quatro dias)

relacionados

Deixa um comentário

t

o

p