AUTOR

Rui Castro

CATEGORIA
Notícias

Gorebug, Kryzys e East Kingdom no 8º aniversário da Insane Events

15 Janeiro, 2020 - 16:58

A promotora, agência e editora celebra o seu oitavo ano de existência com a exploração de um novo espaço na baixa do Porto, o Armazém 71, no próximo sábado 18.

O mentor da Insane Eventos, Júnior Lopes, desvenda-nos um pouco deste percurso louco: foi com o “intuito de promover a música e o gosto pela cultura drum’n’bass” que o projeto nasceu em 2012. Na altura, o género “era claramente mais forte do que nos dias de hoje”, mas ainda assim Júnior sempre acreditou “que seria possível tornar esta promotora numa referência na música eletrónica em Portugal” e contribuir para “mudar esse paradigma de forma a voltar aos tempos de glória”.

O processo transitório de promotora a editora surgiu naturalmente e, em 2013, lançaram os primeiros EPs com colaborações de artistas internacionais e nacionais. “Hoje, contamos com 30 releases já lançados, e para 2020 prometemos elevar a fasquia para continuar o caminho da nossa discográfica”.

E foi em jeito de throwback ao seu catálogo, e com o foco sempre nas sonoridades mais pesadas do drum’n’bass, que a Insane Events preparou o cardápio desta celebração. “Para este aniversário, convidamos três internacionais que assinaram e editaram pela Insane Recordings. São três projetos muito acarinhados pelo público português, que preparam um special set que certamente ficará na memória de todos os presentes”.

Tratam-se de Gorebug (na fotografia), jovem eslovaco que, em junho de 2018, editou Big Bang e Omen – duas faixas bem representativas do crossbreed que explora – do polaco East Kingdom, que já colaborou com Gorebug em pelo menos duas faixas e cujo primeiro EP – “Devil’s Symphony” – foi lançado em 2014 pela editora nacional Critical Bass Recordings, e ainda Kryzys, polaco residente em Bruxelas que irá apresentar o seu novo álbum a figurar no reportório da Insane, num set de 90 minutos que se prevê ser o mais pesado da noite. Os membros da equipa Hostil e Petram, e ainda os convidados K-Banger e Shriker, completam o cartaz.

Quando pedimos uma retrospectiva acerca destes 8 anos, Júnior referiu que, embora não tenha sido “um trajeto fácil pois o drum’n’bass nunca foi visto com bons olhos pela sociedade, nem por muitos espaços que rejeitaram os nossos eventos, o balanço não deixa de ser positivo. O fator essencial foi sempre prezar o nosso público, pois é sem dúvida o grande fator da continuidade desta promotora”. Quanto ao futuro, o patrão afirma que a Insane Events vai continuar a agitar as noites da cidade do Porto e deixa o aviso: “O regresso das ‘Therapy Sessions’ e as colaborações nos eventos do ‘Wipeout Open Air’ é algo que vamos manter, por isso fiquem atentos aos próximos capítulos”.

A entrada para o evento custa 8€ (com a oferta de uma bebida de cápsula). Mais informações aqui.

relacionados

Deixa um comentário



t

o

p