CATEGORIA
Lançamento, Notícias

“Mitos y Leyendas”: uma homenagem às histórias populares mexicanas

28 Setembro, 2020 - 14:04

A Illegal Alien reuniu 14 artistas para conjurar as raízes culturais do México. Entre eles, há Ricardo Garduno, Damian Vargas, Fixeer, Fixon e Sintoma.

Esta semana é feita de histórias na mexicana Illegal Alien e é o techno que as narra. “Mitos y Leyendas” é o novo VA da label originalmente fundada por Ricardo Garduno (na fotografia) e dá som a contos populares que “evocam a sabedoria ancestral dos velhos da aldeia”, como explica em comunicado. Os mais sábios “reuniam pequenos grupos de crianças para as cativar com histórias”, uma ferramenta fundamental para “o desenvolvimento e o crescimento das suas culturas”.

Na compilação, o ritual sónico faz-se em homenagem às histórias populares mexicanas que “conseguiram transcender gerações e gerações”. São 14 artistas mexicanos que, com faixas exclusivas, “se encarregaram de musicalizar pequenas gotas da água cristalina que compõe o gigantesco oceano cultural” latino-americano.

De um lado, temos Art Uro, Dig-it e Fixeer. Damian Vargas abre portas para a Casa Del Trueno e é Fixon quem exalta o luto eterno de La Llorona. A seguir a Binary Phase, Los Volcanes entram em erupção pela ordem de Sintoma. Fazem-se também ouvir nomes como Jnks e Leon XIV.

Jorg Rodriguez pinta a melodia hipnótica de El Niño Llorón e La Planchada traz o desamor como enfermidade pela mão de Daniel Romero. LFB & Technicism rogam por Alux e também Ricardo Garduno está presente com as mutações Nahual. A compilação fecha com a mítica aparição de El Charro Negro, sob a ordem de Daryl.

O grafismo conjura a arte Huichol que representa a “mais pura e real” aura mexicana. A “difusão da arte de uma região sagrada como o México” celebra-se com cores de todo o espectro e quer-se “longe dos nacionalismos”.

Disponível em digital e em cassete, já podes imergir no âmago da cultura mexicana a partir do Bandcamp e outras plataformas.



relacionados

Deixa um comentário






t

o

p