AUTOR

A Cabine

CATEGORIA
Lançamento, Notícias

Rafael Toral edita “Constellation In Still Time”

3 Dezembro, 2019 - 16:08

O novo trabalho do músico português estreou a 29 de novembro através da australiana Room40.

Durante mais de uma hora, “AER 7 G” toma conta dos nossos auscultadores, numa obra que é, segundo o próprio na descrição disponível no Bandcamp, a mais ambient que compôs na carreira.

Na realidade, “AER 7 G” foi originalmente escrita em 1992, sendo que o álbum de estreia de Rafael Toral, “Sound Mind Sound Body”, inclui uma versão de guitarra desta peça. Por essa altura, é explicado no Bandcamp, não haviam músicos em Lisboa interessados em tocá-la, algo que mudou com uma nova geração que tornou possível o desenvolvimento deste projeto.

Para este trabalho, Angélica V. Salvi ficou responsável pela harpa, Joanan Bagulho pelo clavinet, Joana Gama pelo piano, Luís Bittencourt pelo vibrafone e Riccardo Dillon Wanke por um piano Rhodes. Já Toral, como se lê na descrição do disco, ficou a cargo das “computer sinewaves”.

Veterano de 52 anos, o virtuoso Rafael Toral passou pela Room40 em 2017, quando lançou o disco “Moon Field”. O lisboeta, que explora variados instrumentos eletrónicos, é também o responsável máximo pela Noise Precision Library, label pela qual editou muitos dos seus trabalhos, incluindo de colaborações ao vivo com músicos como Chris Corsano, Jim O’Rourke e Lee Ranaldo. “Wave Field” (1995) é considerada uma das suas maiores obras, um disco que, em 2018, foi reeditado pela americana Drag City.

A Room40 já havia editado mais música portuguesa anteriormente. Em julho deste ano, a editora lançou o primeiro disco de Luís Fernandes a solo, “Demora“; em abril de 2018, “At The Still Point Of The Turning World”, trabalho colaborativo entre Fernandes e Joana Gama.

“Constellation In Still Time” está disponível através do Bandcamp.



relacionados

Deixa um comentário



t

o

p