AUTOR

Daniel Duque

CATEGORIA
Podcast

N’A CABINE #030: :PAPERCUTZ

9 Novembro, 2020 - 11:57

Neste episódio, :PAPERCUTZ faz um corte na nossa pele para curar a alma com ambient e new age japonês dos anos 80.

:PAPERCUTZ é um projeto de pop eletrónica liderado por Bruno Miguel, mas, num ano atípico e atribulado como este, o músico que começou por dar “passos bem inocentes” sentiu necessidade de nos presentear com uma hora de quietude, envolvida numa harmonia que dá fôlego para suportarmos a azáfama da secularidade que vivemos.

Bruno explica que “esta mistura reúne alguns dos seus compositores favoritos dos anos 80 da música ambiental e new age japonesa”. “O que começou por uma experimentação de alguns músicos do oriente influenciados pelos trabalhos de Brian Eno e Erik Satie”, tornou-se em algo muito maior que “música de fundo”: é “um espaço de contemplação por entre as suas simples e exóticas notas”.

Ao longo desta hora de música, :PAPERCUTZ passa por importantes nomes japoneses cuja influência vai até mesmo além do ambient, como é caso de Hiroshi Yoshimura e Haruomi Hosono. “A música destes vultos, muitos já falecidos, têm feito companhia [a Bruno] em forma de banda-sonora nas diversas viagens em concertos pelo mundo”, confessa.

Bruno Miguel, que diz ser possível ouvir a influência desta música no seu novo álbum “King Ruiner”, tem colecionado trabalhos deste género há vários anos. Tudo começou com a descoberta do álbum “Green”, de Hiroshi Yoshimura, que recentemente “teve a sorte de” encontrar “uma cópia de uma edição original de 1986 numa pequena loja no Japão, aquando de uma digressão no início do ano”. E isso acaba por ser mais um sinal de como esta música faz “parte do seu caminho”.

“Essa temporalidade nota-se nas gravações históricas em vinil e K7, com discrepâncias na sua qualidade”, mas homogeneizadas por Bruno para este episódio, “processando de novo o resultado final por fita” para criar “uma experiência contínua”. Este é um momento marcado por música espiritual que nos remete para o passado, mas sem deixar de nos envolver num mundo íntimo de contemplação de presente e futuro.

Alinhamento
:PAPERCUTZ – Intro
Hiroshi Yoshimura – Feet
Yasuaki Shimizu – Seiko
Haruomi Hosono – Muji Original BGM
Yoshio Ojima – Boy In Vision
Fumio Miyashita – Back To Nature
Yoshio Suzuki – The Mirage
Takashi Kokubo – Breath Of Blue Water
Masahiro Sugaya – Straight Line Floating In The Sky (Interlude Edit)
Shiho Yabuki – Samadhi
Yutaka Hirose ‎- Slow Sky
Yoshiaki Ochi – Lotus Garden
:PAPERCUTZ – Outro

relacionados

Deixa um comentário






t

o

p