AUTOR

Daniel Duque

CATEGORIA
Lançamento

Odete, Teto Preto remisturam música de Deaf Kids

23 Abril, 2019 - 11:30

O trabalho de remixes de Configuração do Lamento estreou na segunda-feira através da Lovers & Lollypops.

A “nossa” Odete (participou recentemente na primeira compilação da suspension), o homem da Príncipe DJ K30, a irreverente banda brasileira Teto Preto, os Petbrick, projeto do baterista Iggor Cavalera (Sepultura) e do dj Wayne Adams, ou o argentino JR. Perila são alguns dos nomes que estiveram a cargo de reinterpretar músicas de Configuração do Lamento, disco de 2016 dos Deaf Kids.

Os Deaf Kids, que editaram recentemente o álbum Metaprogramação, é um trio brasileiro formado por Douglas Leal, o único membro do projeto no ano de criação, 2010. Maioritariamente reconhecidos como uma banda punk que utiliza, entre outros, elementos noise, Douglas, em entrevista ao site Female Rock Squad, afirma que nas intenções do grupo “também reside a vontade de não pertencer a nada que seja ‘simplesmente’ definível. Pode-se dizer que é uma sonoridade agressiva e mais corporal, rítmica e selvagem, barulhenta e psicadélica”.

Este sábado 27, os Deaf Kids passam pelos Maus Hábitos, no Porto, antes de atuarem no SWR Barroselas Metalfest no domingo 28.

Os remixes de Configuração do Lamento estão disponíveis no Bandcamp, onde podem também adquirir a versão física (cassete).


Deaf Kids – Configuração do Lamento remixes
1. Veia Aberta (Teto Preto)
2. Entranhas (Odete)
3. Entranhas #2 (M.Takara)
4. Lâmina Cortante dub (JR. Perila)
5. As mesmas ferramentas, Os mesmos rituais (Scurú Fitchadú)
6. Propagação (Acavernus)
7. Pés Atados (Petbrick)
8. Mordaça (GAM’s Meta Schema)
9. Mordaça (DJ K30)
10. Distopia Permanente (Terrør Funx Re-Drum)
11. Distopia Permanente (Mueran Humanos)

relacionados

Deixa um comentário






t

o

p