CATEGORIA
Lançamento, Notícias

“Fashion is Never Finished”: desconstrução sónica do quotidiano

3 Setembro, 2020 - 10:30

O primeiro lançamento dos Fashion Eternal, projeto que junta Aires a João Vailinho, tem selo do Colectivo Casa Amarela.

É num processo de abstração de 18 minutos que Aires e João Valinho se juntam sob o nome Fashion Eternal. O mais recente trabalho do Colectivo Casa Amarela, “Fashion is Never Finished”, assenta num registo experimental, manipulando a ambiguidade do ambient, do noise, do drone e até do free jazz.

Com uma inquietude presente não só durante toda a peça mas também na filosofia que a precede, a dupla vem indagar a ordem das coisas e atribuir-lhe um outro sentido. Pensam a génese do ambient com uma certa turbulência e procuram dentro deste “idioma musical” uma abordagem que “não incorra em embalamento alienante”, como contam em comunicado.

Através da repetição e da exaustão de vários motivos sonoros, exploram a “integração e desintegração dos efeitos e manifestações da cultura popular sónica no quotidiano”. Fashion Eternal traçam os dias que escorrem por entre sons, barulhos e ruídos através de uma metamorfose reapropriada.

“Arrastando, colando, repetindo e demarcando” diversos retalhos sónicos, a dupla atira-nos para o âmago de um dia-a-dia azafamado. Buscando uma hipotética infusão de “consciência social”, Aires e Valinho servem-se da eletrónica e da bateria, respetivamente, para explorar um “estímulo musical viciado” com vasta presença nesta “sociedade espetacular”.

Vítor Bruno Pereira é quem responde por Aires, um sonoplasta que atua sob pseudónimos distintos. O madeirense é um dos cérebros à frente do Colectivo Casa Amarela, pelo qual lançou “Naturalismo”, em 2017, e “Modernidade Líquida”, em 2019. No mesmo ano, juntou-se também a Sal Grosso em Peak Bleak.

João Valinho sagra-se na bateria enquanto explora as suas dimensões acústicas e conceptuais. Partilha o palco frequentemente com nomes como Joana Guerra, Rodrigo Amado e Peter Evans.

Ambos marcaram presença no último VA da label lisboeta, “Island Fever”, lançado há um ano para celebrar o quinto aniversário.

Como de costume, está tudo no Bandcamp, onde podes também adquirir a versão física, em cassete.



relacionados

Deixa um comentário






t

o

p