AUTOR

Daniel Duque

CATEGORIA
Lançamento, Notícias

Citizen:kane abre catálogo da Maquiavel com “Mutation”

3 Março, 2021 - 11:40

Foi lançado esta quarta-feira o EP que marca a estreia da nova editora de Citizen:kane, Maquiavel.

A inaugurar o catálogo da sua nova label, Citizen:kane assina “Mutation”, um EP no qual “sintetizadores vários, batidas obstinadas e explorações sónicas convivem em comunhão dissonante”, segundo comunicado. Por aqui, há lugar para “experimentalismo melódico”, “downtempo glitchy” ou techno ao longo de quatro faixas – uma delas, Proceed, foi estreada pela XRL8R em meados de fevereiro.

De acordo com a nota enviada às redações, Marco Guerra pretende que, a curto prazo, a Maquiavel “sirva exclusivamente de casa-mãe para algumas das suas produções, ainda que a médio-longo prazo não descure editar outros projetos”.

Normalmente estilizado em maiúsculas, CITIZEN:KANE é um dos projetos de Marco Guerra, com o qual já passou por labels como a portuguesa Extended Records, a húngara Moira Audio e a norte-americana Medical Records. Músico e produtor baseado em Lisboa, Guerra assina também registos sob o pseudónimo ROSE:BUD.

Mas este nome não se fica pelas viagens a solo. Ao lado de Hobo and the Birds, ou seja José Diogo Mateus, Marco Guerra tem também a dupla Calafate, que passou por aqui em julho do ano passado, com “Pinky Cloud”. Já com Nuno Patrício, Guerra partilha ainda as responsabilidades da Fungo, coletivo e editora que, mais recentemente, pôs cá fora o segundo longa-duração de Floresta Oblíqua.

Para este ano, Citizen:kane tem outra novidade já confirmada: o seu segundo álbum será editado pela Rave Tuga, com data a anunciar.

À data de publicação, o novo “Mutation” pode ser comprado e adquirido no Bandcamp e Formaviva. A partir de dia 12 deste mês, o EP passa a estar também disponível na maioria das restantes lojas e plataformas de streaming.

Direitos de imagem reservados

relacionados

Deixa um comentário






t

o

p