AUTOR

Daniel Duque

CATEGORIA
Destaque, Notícias

Está no ar a nova rádio online Yé Yé

27 Maio, 2021 - 11:01

Pedro Tenreiro e companhia acabam de lançar Yé Yé, uma rádio online que nos traz a música e os autores afastados do ‘mainstream’.

Seja através do site oficial ou das aplicações para Android e iOS, já é possível acompanhar a programação da nova rádio online Yé Yé. Está no ar 24 horas por dia durante toda a semana e retrata o “passado, presente e futuro da música urbana” em Portugal.

Baseada no Porto e encabeçada por Pedro Tenreiro, Rui Pimenta e Marco Oliveira, esta “plataforma digital pretende ser um reflexo dos estilos de vida que compõem o tecido urbano contemporâneo, partindo do fomento do espírito comunitário que os agrega e da multiplicidade de consumos musicais das suas várias franjas, daquelas que não se revêm na formatação ‘mainstream’ dos meios de comunicação tradicionais”, pode ler-se no site oficial.

Por lá, vai haver muitos programas de autor assinados por nomes e projetos da cena portuguesa, de norte a sul do país. Ace, Ana Pacheco, Azar Azar (ao lado de Jonathan em “Cosmic Drops”), DJ Lynce, DJ Spot, Elite Athlete, Ghetthoven, Gusta-vo, Helena Gomes, João Dinis, João Tenreiro, João Vieira, Nuno di Rosso, Nuno Forte, Rita Garizo, Rodrigo Affreixo, Rui Trintaeum, Telma, Tendency e Tilinhos são alguns exemplos.

Mas há mais na programação desta nova rádio, como é caso de editoras e projetos como 1980Lyfers, Collect, Discos Extendes, Jazzego, Monster Jinx, Paga-lhe o Quarto, Percebes e XXIII.

Embora exista alguma “informação para ser inserida” e “bugs para corrigir”, em parte, como explicam no Facebook, “esta Yé Yé também é” do falecido Vicente Pinto de Abreu, um dos 7 Magníficos que nos deixou há um ano. Por isso, “a data do nascimento [deste projeto] só podia ser esta”.

“Há uma base de dados de quase seis mil temas, escolhidos a dedo, um leque de autores que representam o melhor que a melomania tem, a quem agradecemos, profundamente, a forma entusiástica com que abraçaram este projecto e um site de que nos iremos orgulhar muito”, lê-se ainda na mesma publicação.

Mas palavras para quê? Ouçamos Yé Yé.

Direitos de imagem reservados

relacionados

Deixa um comentário






t

o

p