CATEGORIA
Lançamento, Notícias

Lázaro, ou Pedro Geraldes dos Linda Martini, estreia-se com “Introdução à Ressurreição”

16 Janeiro, 2021 - 12:22

O curta-duração do músico lisboeta tem selo Regulator Records e conjura excertos de poemas declamados por Mário Viegas.

Depois de receber as cerejeiras em flor de Bonifácio, a Regulator Records acolhe agora a estreia a solo de Pedro Geraldes enquanto Lázaro, ele que é cofundador dos Linda Martini, toca guitarra/lapsteel ao lado da fadista Carminho e marca também presença em concertos com projetos como Sal, a par de Capicua, e Mão Verde ou Água.

Lázaro começa 2020 com a entrega de uma “Introdução à Ressurreição”, disponível em cassete azul ou cor-de-rosa. No lado A deste curta-duração, estão três temas avançados em 2020 marcados por “sonoridades eletrónicas combinadas com guitarras etéreas de influência rock experimental e uma componente spoken word poética”, segundo se lê em nota enviada às redações. No lado B, encontramos duas reinterpretações. Lázaro reescreve Vénia, faixa que batiza a estreia a solo de João Vairinhos, sendo este o artista que finaliza o EP, com uma nova abordagem a Darque (No chão da Califórnia).

Entre a poesia elevada a manifesto neste registo experimental, é possível distinguir alguns “excertos de um poema de Eugénio de Andrade dedicado a Jorge de Sena, ou da ‘A cena do ódio’, de Almada Negreiros, numa voz visceral e quase irreconhecível de Mário Viegas”.

Pedro Geraldes nasceu em Lisboa, em 1981. Pintou a infância “na linha de Sintra entre a escola, o skate e as bandas de garagem”. Foi dentro da cena punk que construiu “o seu grupo de amigos e, inspirado pelos discos do primo mais velho, fez da guitarra a sua primeira namorada”.

Além de Spotify e SoundCloud, podes encontrar o EP no Bandcamp:

Fotografia por Ângelo Lourenço

relacionados

Deixa um comentário






t

o

p