CATEGORIA
Lançamento, Notícias

“MATA MATA”: a hipnose de garagem de SCOLARI

14 Setembro, 2021 - 12:33

O trio composto por António M. Silva (Sal Grosso), Vítor Bruno Pereira (Aires) e Luís Vicente lançou o seu álbum de estreia, “MATA MATA”, na segunda-feira.

Depois de figurar num lançamento pela holandesa Faux Amis, o trio de free jazz SCOLARI mergulhou de cabeça, depois de “uma série de encontros informais e jams de cerveja na mão”, e lançou um álbum de estreia, com selo da Favela Discos.

O disco chega acompanhado de algumas datas para concertos. O próximo, que vai acontecer no Understage do Teatro Rivoli, já a 17 de setembro, conta com a parceria da Amplificasom.

O projeto, que nasceu no final de 2019, passou por um extenso período de amadurecimento, com o primeiro lançamento a surgir após dois anos de sessões de ensaio reclusivas. Mas não é por isso que renuncia às suas origens grunge, sendo descrito no Bandcamp deste debut como música que faria “perfeito sentido se fosse ouvida através de uma porta de metal fechada numa garagem de cimento húmida a cheirar a carros e cigarros”.

O resto da descrição, repleta de alusões escuras a “sistemas de ventilação defeituosos”, “fumos de tubo de escape” e à “melhor cerveja que uns cêntimos podem comprar”, não podia ser mais adequada. Mais, o facto deste grogue musical ser proporcionado por um trio de figuras com vasta experiência na cena experimental, tanto eletrónica como jazzística, cimenta a importância deste lançamento no cardápio da Favela Discos como um dos mais promissores do ano.

Os 40 minutos e 23 segundos de hipnose improvisada, alicerçados por dois anos de experimentação coletiva (e muitos mais de carreira musical individual) dos três elementos que integram SCOLARI, já podem ser escutados no Bandcamp. Para quem quer guardar uma cópia física do sucedido (para ouvir na tal garagem, onde é improvável que haja rede e muito menos internet), há também uma edição de 100 CDs com capas feitas à mão por João Sarnadas disponíveis a 10€ à unidade, com envio previsto para o primeiro dia de outubro (ou perto disso).

Direitos de imagem reservados

relacionados

Deixa um comentário






t

o

p