AUTOR

A Cabine

CATEGORIA
Notícias

Covid-19: grupo de investigação estuda impacto no setor de lazer noturno

3 Junho, 2020 - 19:49

O grupo de investigação quer “avaliar os impactos” da pandemia neste setor e, para isso, desenvolveu um inquérito dirigido a todos, de profissionais a frequentadores.

O inquérito online é destinado a um público bem abrangente – músicos, DJs, técnicos, empresários e até frequentadores são convidados a responder. “Trata-se de um primeiro estudo que servirá de base ao projeto, que se propõe ser de continuidade para melhor compreender os impactos reais, imediatos e longo prazo, da atual crise de quem vive na e da noite”, lê-se no site da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade NOVA de Lisboa.

Esta investigação quer “abordar não só os impactos económicos da pandemia, mas também as estratégias que os frequentadores da noite de Lisboa e Porto estão a adotar neste contexto de crise, mapeando novos hábitos de lazer dos frequentadores da noite durante o isolamento social”, segundo o mesmo site.

O estudo da LXNIGHTS e da Kosmicare é coordenado por Jordi Nofre, da NOVA, num projeto que conta também com investigadores de outras universidades. “O encerramento massivo de bares, restaurantes, discotecas, salas de concertos e outros estabelecimentos associados à noite ameaça destruir a vida noturna das nossas cidades, com o potencial de vir a alterar significativamente o comportamento das populações”, disse o investigador, acrescentando que “a situação é sobretudo gravosa para artistas, freelancers e empresários da noite, já que para eles pode significar a perda do seu posto de trabalho e rendimento”.

Recorda aqui a peça “A vida nocturna, uma prioridade de Estado em tempos de pós-pandemia”, publicada pelo jornal Público e assinada pelos investigadores Jordi Nofre, João C. Martins, Iñigo Sánchez-Fuarros e Cristiana Vale Pires.

Para responder ao inquérito, deves seguir este link.

People photo created by master1305 – www.freepik.com

relacionados

Deixa um comentário



t

o

p