CATEGORIA
Notícias

Holuzam edita dois primeiros trabalhos

3 Agosto, 2018

A editora Holuzam estreou-se esta sexta-feira com dois lançamentos: Belzebu, de Telectu, e Taipei Disco, de DWART.

Belzebu assinala o número um do catálogo da Holuzam, ZAM 001. Trata-se de um disco dos Telectu, banda de Vítor Rua (GNR) e do falecido Jorge Lima Barreto, que Rua conhecera numa galeria de arte em 1980 no Porto. O álbum foi editado em 1983 pela Cliché, e é, essencialmente, um disco do futuro. Agora, a editora dos homens da Flur Discos ficou responsável por reeditar o trabalho, que também inclui um CD bónus com uma faixa remasterizada a partir de uma cassete original.

Já Taipei Disco trata-se de uma compilação do arquivo pessoal de DWART, duo de António e Manuela Duarte originalmente chamado D.W.Art, na altura de criação em 1985. ZAM 002 conta com três músicas gravadas e misturadas pelo outrora jornalista António Duarte entre 1989 e 1993 em Guangzhou e Macau.

Os dois trabalhos, Belzebu e Taipei Disco, foram apresentados esta quinta-feira no Lux Frágil, em Lisboa. O primeiro contou tanto com Vítor Rua como com António Duarte “a partir das anotações rigorosas de Rua e Jorge Lima Barreto em 1983”. Taipei Disco foi apresentado pelo duo original de António e Manuela Duarte acompanhado por Manoel Barbosa.

A Flur Discos é o berço da recém-nascida editora Holuzam de José Moura e companhia. Dentro dos planos do projeto contam não só reedições de outros trabalhos, mas também de originais, além de que “o catálogo ganhará substância (…) não apenas de música produzida em Portugal”.


Acede à pagina da Holuzam no Bandcamp para mais detalhes acerca destes lançamentos. E podes comprar os trabalhos na Flur Discos, claro.

relacionados

Deixa um comentário

t

o

p