AUTOR

Daniel Duque

CATEGORIA
Lançamento, Notícias

Entre Lisboa e Berlim, coletivo kaptcha lança primeira compilação

15 Outubro, 2021 - 12:50

Fruto das raves lisboetas da kit ket, o coletivo kaptcha estreou-se enquanto label no início deste mês.

Estreou na semana passada “xenolith v1.0”, compilação que assinala o primeiro lançamento do coletivo e label kaptcha. Por lá, é possível encontrar 12 faixas desenhadas para pista, inspiradas em estilos tão distintos quanto breaks ou trance.

A compilação abre com um tema de Bassbin 23 (aka Eris Drew) e termina com outro de Octo Octa, sendo que pelo meio há nomes como Europa, Kerox, Alada, Peach, ketia ou Sasha Theft.

Fundada por ketia, Sasha Theft, Kerox, quendera e David, kaptcha é uma “plataforma artística e coletivo” que surgiu no seio das raves do coletivo queer kit ket, em Lisboa, durante os últimos três anos. Segundo comunicado, o objetivo é criar uma “network global” que permita a “partilha e a receção de vibrações através de som, comunidade, amor e redenção”.

Aliás, este é um meio algo dedicado à vida noturna, sim, mas também há espaço para outros projetos que não estejam exclusivamente relacionados com isso. Afinal, acima de tudo, o propósito da kaptcha passa muito pela partilha entre membros e amigos.

Com artwork de Daniel Pereira, “xenolith v1.0” está disponível desde dia 6 de outubro no Bandcamp e SoundCloud. E se motivos faltassem, as receitas serão distribuídas na íntegra para a Casa T, uma casa de acolhimento em Lisboa para pessoas trans imigrantes.

Direitos de imagem reservados

relacionados

1

  • Carlos Briosa

    Reply
    22 Outubro, 2021 - 21:14

    Eu penso de que se trata do mesmo Dj Zé MigL que eu conheci/ouvi em Lx há alguns anos atrás , Bombástico e muito bom techno . Super Super .🔈🏴‍☠️🙋🏻

Deixa um comentário






t

o

p