AUTOR

A Cabine

CATEGORIA
Lançamento, Notícias

Está aí a primeira compilação da Mãe Solteira Records

23 Fevereiro, 2022 - 13:11

Um espaço seguro para conhecer mais sobre artistas mulheres e queer no país.

A Mãe Solteira Records voltou a carga com o lançamento da sua primeira compilação. O título, “Memory Palace”, foi escolhido pelo facto de a equipa querer “criar um imaginário seguro através da música experimentada nesta compilação”, segundo as notas de lançamento.

“Mulheres e pessoas das comunidades BIPOC e LGBTQIA+ estiveram sempre num lugar subalterno na sociedade”, conta a label, e é por isso que a Mãe Solteira Records se quer dedicar “à edição, agenciamento e promoção de artistas que fazem parte destas minorias.”

Para “preencher uma lacuna evidente”, esta compilação ajuda nessa mesma missão. Composta por temas de artistas mulheres e/ou queer, “Memory Palace” abre com um tema de GUTA e fecha com um de Luanes. Pelo meio, um total de 10 atos: de Dakoi. a Astrea (na fotografia), a passar por nomes como DANYKAS, Dianna Excel, Maria Amor e Valody.

Este trabalho assinala também o primeiro lançamento da editora em 2022. No ano passado, ouvimos trabalhos como “Saudade Não Se Sente, Evita-se”, de Astrea, e “SyntHuman”, de Ndr0n.

Com design de Sara Abrantes (aka Saetern), “Memory Palace” pode ser encontrada no Bandcamp desde segunda-feira:

Direitos de imagem reservados

relacionados

Deixa um comentário






t

o

p