AUTOR

Daniel Duque

CATEGORIA
Lançamento, Notícias

Algo mais delicado, Kara Konchar põe cá fora “Estige”

17 Setembro, 2021 - 12:16

O EP marca a estreia a solo de Kara Konchar na Regulator Records.

Miguel Béco passou pelo nosso radar na quinta-feira, mas como responsável pela edição do vídeo que acompanhou o lançamento do novo álbum de Odete. Agora, é como Kara Konchar que o músico portuense chega até nós, concretamente com o EP “Estige”, lançado esta sexta-feira pela Regulator Records.

Em fevereiro passado, foi com um disco editado pela Rotten \ Fresh, “Goth Partisan”, que Kara Konchar havia chamado a atenção. Neste “Estige”, no entanto, “perde-se em violência o que se ganha na delicadeza”, conforme se lê em comunicado. “O ênfase é maior na melodia e, com composições mais espaçadas, [há aqui] cinco temas reminiscentes do ambient e do pós-industrial”, diz a label.

Ainda assim, continua a escutar-se as influências “industrial, EBM e bass music” que combinam “ritmos quase marciais com vozes incorpóreas e atmosferas funestas para uma celebração decadente de uma fantasia ciber-medieval”, algo audível também nas participações de Kara Konchar em compilações da Mera e da Weathervane Records.

Para este pseudónimo, note-se, este EP não assinala a estreia absoluta na Regulator Records. Em junho, o músico que também já foi conhecido pelo seu projeto Atila reinterpretou um tema de João Vairinhos para “Vénia Remixes”.

Disponível em cassete (há duas cores disponíveis) e versão digital, “Estige” pode ser encontrado no Bandcamp.

Fotografia por Filipa Pinto Machado

relacionados

Deixa um comentário






t

o

p